Redes Sociias ;D'

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Região Nordeste ( Ricardo Jr. )

Relevo 


O Relevo da Região Nordeste do Brasil, suas depressões, planícies, planaltos e variações do relevo do Nordeste brasileiro.
A Região Nordeste do Brasil é formada pelos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.
O relevo do Nordeste é caracterizado por planaltos, planícies e depressões, a maior parte da região localiza-se em um extenso planalto antigo e marcado por erosão.
Dois antigos e extensos planaltos compõem o relevo nordestino, o Planalto da Borborema e a bacia do rio Parnaíba. Tem-se ainda áreas altas e planas que formam as chapadas, como a Diamantina, um importante pólo turístico da região e a Chapada Araripe.
Planaltos e Chapadas da bacia do rio Parnaíba (Chapada Diamantina) são encontradas na porção oeste do território Nordestino.
A região central do território abriga a depressão que ocupa a maior parte da região, causada pelo rio São Francisco.
As planícies e tabuleiros são encontrados no litoral, o planalto da Borborema está ao leste, esse planalto impede as chuvas de chegarem ao sertão, sendo assim um dos principais responsáveis pela seca que assola a região.


Vegetação   

Quanto à cobertura vegetal, a região apresenta várias configurações. Ao longo das áreas litorâneas são encontrados mangues, vegetação de dunas etc. Em locais que ocorre o clima tropical, como no centro-oeste da região, é encontrado o Cerrado. Nas regiões onde prevalece o clima semiárido encontra-se a Caatinga. E no extremo oeste da região Nordeste, onde o clima é o equatorial, a vegetação encontrada é a floresta Amazônica, além da ocorrência de Mata dos Cocais

Fauna

Conservação da Caatinga Fauna e Flora da Caatinga Legislação da Caatinga Frutas da Caatinga Tipos de Caatingas Leis de Crimes Ambientais contra a Caatinga Vegetação da Caatinga É o único bioma exclusivamente brasileiro , o que significa que grande parte do seu patrimônio biológico não pode ser encontrado em nenhum outro lugar do planeta. A caatinga ocupa uma área de cerca de 750.000 km², cerca de 11% do território nacional englobando de forma contínua parte dos estados do Maranhão , Piauí , Ceará , Rio Grande do Norte , Paraíba , Pernambuco , Alagoas , Sergipe , Bahia e parte do Norte de Minas Gerais (Sudeste do Brasil ). Antigamente acreditava-se que a caatinga seria o resultado da degradação de formações vegetais mais exuberantes, como a Mata Atlântica ou a Floresta Amazônica     
População

A região Nordeste do Brasil é constituída por nove Estados: Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia. A região abrange uma área de 1.554.257 km2, a qual abriga cerca de 53.081.950 habitantes, sendo a segunda mais populosa do território brasileiro. A população nordestina é composta etnicamente por 62,5% de pardos; 29,2%, de brancos; 7,8% de negros e 0,5% de indígenas. 

Hidrogrfia 

A região Norte do Brasil é a menos povoada, no entanto, é a mais rica em biodiversidade e paisagens naturais. Quanto às características da hidrografia e também do relevo, ambos estabelecem uma relação de interdependência efetiva, isto é, uma influencia no outro. 

A região abriga a maior rede hidrográfica do mundo, a Bacia Amazônica, nome dado em razão do seu rio principal, o Amazonas. O mesmo é o maior do mundo em extensão e volume, durante os 6571 km que ele percorre e drena as águas de aproximadamente 7 mil afluentes. 

Clima 

A região Nordeste é caracterizada pela seca, provocada por diversos fatores, dentre eles, a localização geográfica. A região está localizada na zona intertropical da Terra, portanto, por causa da quantidade de luz que incide na superfície do local, a temperatura é muito elevada durante o ano todo. Nessa região as chuvas não são bem distribuídas no decorrer do ano. São identificados três tipos de climas ao longo da região Nordeste: tropical, semiárido e equatorial úmido.
Clima tropical: ocorre principalmente no sul da Bahia, centro do Maranhão e no litoral de todos os Estados da região. Esse tipo de clima apresenta duas estações bem definidas, sendo uma seca e uma chuvosa.

Clima semiárido: abrange especialmente a região central do Nordeste, onde as temperaturas são elevadas durante o ano todo, as chuvas são irregulares e há ocorrência de prolongada estiagem.

Clima equatorial úmido: é identificado em uma restrita área da região localizada a oeste do Maranhão, que sofre influência do clima equatorial, com temperaturas elevadas e chuvas abundantes.

Quanto à cobertura vegetal, a região apresenta várias configurações. Ao longo das áreas litorâneas são encontrados mangues, vegetação de dunas etc. Em locais que ocorre o clima tropical, como no centro-oeste da região, é encontrado o Cerrado. Nas regiões onde prevalece o clima semiárido encontra-se a Caatinga. E no extremo oeste da região Nordeste, onde o clima é o equatorial, a vegetação encontrada é a floresta Amazônica, além da ocorrência de Mata dos Cocais.  

Vegetação 

Uma das cinco regiões que existem no nosso Brasil é chamada de Nordeste, local onde se concentra a maior parte dos Estados brasileiros, totalizando nove. Com mais de um milhão e quinhentos mil quilômetros quadrados a região possui uma vegetação adaptada ao seu clima, que na predominantemente é o tropical semiárido.
A composição da vegetação nordestina pode se dar pelo Cerrado que ocupa grande parte do local ,cerca de 25% do território, a Caatinga, Mata Atlântica, Matas Ciliares, Vegetações Litorâneas e Mata dos Cocais   
Cultura 
 a cultura é bem diversificada e representa a união cultural de brancos (principalmente portugueses), índios e negros africanos. Na culinária, podemos destacar pratos típicos como, por exemplo, acarajé, vatapá, sarapatel, sururu e carne-de-sol. No campo da música, existem vários rítmos populares (axé, samba, xote, forró, xaxado, samba-de-roda, frevo e baião). Não podemos deixar de mencionar também a beleza da literatura de cordel nordestina, tendo como principal representante Patativa de Assaré. Nas festas típicas nordestinas, destaca-se o bumba-meu-boi e as micaretas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário